Mensagem de Abertura do Módulo III

Desenho Universal da Aprendizagem


Tem início esta semana (5 maio) o terceiro módulo do MOOC INCTEC2014 subordinado ao tema «Desenho Universal da Aprendizagem», que tem por objetivo abordar quadros de referência e ferramentas para o planeamento da aprendizagem.

Elegemos como quadro de referência o «Desenho Universal de Aprendizagem», desenvolvido por um grupo de investigação americano do Centre for Applied Special Technology que tem um website dedicado ao Universal Design for Learning - http://www.udlcenter.org/, muito rico em informação, recursos, ferramentas e exemplos de aplicação prática dos princípios e estratégias do «Desenho Universal de Aprendizagem» (UDL). Estão disponíveis alguns documentos traduzidos em português.

Indicamos outra iniciativa de referência da Universidade Aberta do Reino Unido «Learning Design Grid» que disponibiliza muitas ferramentas para planeamento de cursos, unidades de aprendizagem e atividades pedagógicas - http://www.ld-grid.org/, tendo alguns dos instrumentos sido traduzidos/adaptados para português.

Outra abordagem de planeamento de atividades pedagógicas são as já conhecidas «webquests» - http://webquest.org/, que relembramos.

São propostas como atividades (veja a página Web do Módulo III):
  1. publicação de, pelo menos, um comentário sobre a temática do Módulo III;
  2. resposta ao questionário VARK, com uma reflexão sobre os resultados obtidos ao questionário «como cada um aprende melhor» - http://www.vark-learn.com/english/page.asp?p=questionnaire (o site disponibiliza traduções em várias línguas, nomeadamente uma tradução brasileira);
  3. opção por uma das atividades alternativas:
  • explore o modelo de planeamento de unidades de aprendizagem de acordo com os princípios de desenho universal na aprendizagem no website CAST/UDLCenter. Baseado num destes exemplos, crie um plano de aula, no Lesson Builder (pode utilizar o instrumento traduzido) ou utilize qualquer outro instrumento de planificação indicado nos recursos. 
  • utilize a metodologia de webquest e planifique uma atividade pedagógica no contexto da sua prática letiva (utilize o Zunal ou qualquer outra ferramenta) 
  • Selecione um dos vídeos no Pinterest sobre a Teoria das Inteligências Múltiplas, pesquise informação na Internet sobre esta teoria e relacione com o perfil de alunos com que lida na sua atividade letiva, ou com o seu próprio perfil de aprendizagem, ou com o perfil de uma pessoa com alguma particularidade interessante que conheça. 

Nota: Disponibilize o URL na área de registo da atividade e submeta no formulário.

A discussão e partilha poderá ser complementada nos espaços do MOOC INCTEC2014 nas
redes sociais.

Deverão registar as vossas reflexões e atividades no vosso e-portefólio individual.

Continuaremos a desenvolver a área de «Ajuda» para responder às dificuldades que nos forem
sendo apresentadas.

Desejamos uma boa reflexão e um bom trabalho durante estas duas semanas do módulo III.

A equipa INCTEC2014

5 comentários:

Ana Paula Rocha disse...

Quanto à temática deste Módulo:

Considero muito relevante conhecer os interesses dos alunos e as competências que revelam. Estas são diferentes em cada indivíduo, por isso surge como essencial, em sala de aula, dar a compreender que aprendem de forma diferente e em momentos diferentes, podendo surgir maior ou menor afinidade com certas áreas do saber.
O professor pode tranquilizar os alunos para que eles não se intimidem com determinada falha na área do conhecimento uma vez que apenas têm de a desenvolver mais do que outra, para a qual têm maior apetência.

Assim, dando-lhe a perceber que existem vários tipos de inteligências, o aluno sentirá que é perfeitamente normal gostar de determinadas áreas do saber e sentir mais dificuldade em outras, apenas precisando de ser auxiliados na construção desses conhecimentos, através de metodologias de ensino facilitadoras.

Sónia disse...

Estou a achar este módulo muito interessante. Preenchi o questionário VARK e descobri que tenho uma forte preferência pela aprendizagem cinestésica. Isso levou-me a explorar melhor os diferentes estilos de aprendizagem e sensibilizar-me para a necessidade de proporcionar diferentes formas de aprendizagem em sala de aula.Temos que passar da aula tradicional à aula criativa para podermos favorecer todos os estilos de aprendizagem e chegar a todo o tipo de alunos.

João Pinto disse...

Os meus resultados no questionário VARK:
Visual: 11
Aural: 2
Read/Write: 4
Kinesthetic: 2
You have a very strong Visual learning preference.

Comentário:
Estes resultados confirmam algo que me tenho apercebido ao longo da minha vida. De facto tenho preferido ambientes de aprendizagem baseados em “interfaces” gráficos e visuais. A alguma distância fica a leitura e a escrita.
Esta situação nem sempre foi uma realidade. No inico da minha vida académica, lembro-me de preferir a leitura e a escrita mas, à medida da minha evolução, fui dando um maior valor ao aspeto visual.
Penso que é uma tendência na educação e da aprendizagem na atualidade. Cada vez mais aprendemos por recurso aos fatores visuais.
João Pinto

Graça Dias disse...

Verifico e como já tinha verificado em contexto de aula que cada aluno é um aprendiz diferente e único no seu processo de ensino aprendizagem. Assim como professora e formadora tenho o dever de proporciono modos múltiplos de apresentação, ação, expressão e de autoenvolvimento porque cada aprendente tem o seu ritmo próprio,a sua gestão espácio-temporal, a sua própria motivação e disponibilidade para a aprendizagem. Esta tarefa nem sempre se consegue porém é um grande desafio que procuro concretizar aquando das minhas tarefas profissionais. Consequente procuro facilitar a superação das dificuldades diagnosticadas e proporcionar espaços de autoavaliação e de reflexão sobre os conteúdos auferidos. Concluindo temos de utilizar diferenciadas metodologias e estratégias na sala de aula para potencializar os dominios cognitvos e socioafetivos de cada aluno. Graça Dias

c disse...

Boa tarde
Após preencher o questionário VARK, cujos resultados partilho com os participantes: Visual: 8; Aural: 4; Read/Write: 2; Kinesthetic: 4, confirmei a minha preferência por estímulos visuais aquando da aprendizagem de novos conceitos, aplicações, ….. Na verdade, quando preciso de aprender algo novo, recorro com frequência a esquemas, vídeos, simulações gráficas, imagens, em detrimento da escrita e leitura de manuais, livros, explicações escritas.
É importante temos a noção das nossas preferências, por contribuírem para uma compreensão mais duradoura e com menor esforço de novas aprendizagens. Todos nós, enquanto professores/formadores/pais, devemos estimular os nossos alunos/filhos a descobrir e a partilhar as suas preferências, a fim de estimularmos novas aprendizagens com recursos e/ou actividades que se adeqúem aos seus perfis individuais.